Secretaria de Educação e Polícia Militar implantarão Programa Vizinhança Escolar Solidária em Capão Bonito

Companhia da Polícia Militar terá sala de aula para ministrar palestras sobre civismo, cidadania e Revolução de 32

Notícia publicada em 16 de maio de 2019

SEGURANÇA NAS ESCOLAS – O Programa Vizinhança Solidária (PVS) da Polícia Militar do Estado de São Paulo tem se sagrado como uma das mais eficientes ferramentas de Polícia Comunitária voltada para a mobilização social em prol do fortalecimento da Cultura de Paz.

O Programa, resultante da parceria da Polícia Militar com a comunidade tem como principal objetivo suscitar na sociedade o que é essencial nas relações humanas: a integração entre as pessoas, a preocupação mútua e a sensação de pertencimento, pois ninguém está sozinho.

Como consequência desta mobilização e modelagem social tem-se a minimização das aflições, melhora da sensação de segurança redução real e matemática da criminalidade.

Em Capão Bonito, a inovação é adaptar o PVS as escolas municipais e criar o Programa Vizinhança Escolar Solidária (PVES).

O projeto foi apresentado oficialmente na tarde da última terça-feira, 14/05, a diretoras e diretores educacionais pelo comandante da Polícia Militar – capitão Wagner Luciano de Oliveira, que anunciou também novos protocolos visando aumentar a segurança nas escolas e dialogo entre a PM e a comunidade escolar.

“O escopo principal do PVES baseia-se na interação humana e potencialização das relações interpessoais como a comunidade escolar. Trata-se de um processo de transformação social positiva de comportamento visando integrar mais a polícia com estudantes, pais e profissionais da educação”, afirmou o capitão Wagner de Oliveira durante apresentação realizada no auditório da Secretaria de Educação.

“O Programa Vizinhança Escolar Solidária quer proporcionar redução do cenário de conflitos e um aumento substancial da prevenção primária através do estreitamento das relações humanas das comunidades escolares, o que permite que todos os membros de uma comunidade possam viver promovendo o bem uns dos outros, construindo para ambientes saudáveis, ocupando todos os espaços comuns, empoderando-se da cidadania por meio da sensação de pertencimento desenvolvida, para viver eticamente e em paz”, acrescentou o secretário de Educação – Wagner Santos.

“A proposta de aplicação do modelo de polícia de proximidade, sob a fórmula do PVES, tende a ser com êxito, resultando na melhoria da imagem institucional, na moderação da aplicação dos meios, sejam logísticos ou de recursos humanos, fortalecimento do sistema de informação e inteligência, melhoria da autoestima dos policiais e estudantes, desenvolvimento social e urbano e aumento da sensação de segurança”, acrescentou o capitão Wagner Oliveira.

O programa foi muito bem visto por diretoras como a profa. Tânia Cacciacarro da escola municipal Maria Conceição Lucas Mieldazis, que pontuou como importante o apoio da Polícia Militar na questão de segurança nas escolas.

O PVES também prevê criação de um canal de comunicação via rede social para ampliar e replicar informações sobre segurança nas escolas.

Sala de aula na Polícia Militar – Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação a Polícia Militar de Capão Bonito também está concluindo a montagem de uma sala de aula na sede da Companhia Militar.

Na sala de aula serão ministras palestras com duração de uma aula sobre civismo, o trabalho na PM na Segurança Pública, cidadania, visita ao quartel e também aulas sobre a Revolução de 1932 que deixou marcas importantes no município.

“As visitas começarão em breve. Será importante para a Polícia Militar estreitar mais este contato com os alunos”, frisou o capitão Wagner Oliveira.

54