Escola Municipal promoveu a semana do Folclore

Notícia publicada em 3 de setembro de 2018

A Escola Municipal Profª Isolina Leonel Ferreira e suas vinculadas – Escola Angelino Sudário de Souza (Bairro Proença) e Escola Dona Clementina Correa de Almeida (Bairro Apiaí-Mirim) desenvolveram, entre os últimos dias 28 e 31 de agosto, o projeto “Somos Todos Artistas”, que contou com várias ações e atividades a fim de preservar e disseminar o folclore e as tradições brasileiras.

De acordo com a equipe gestora das unidades escolares, durante a semana, os alunos, pais e comunidade tiveram a oportunidade de vivenciar o riquíssimo folclore brasileiro representado com vivacidade e muita criatividade, através de apresentações culturais e pedagógicas, sendo um contexto de arte expressado em exposições, de dinamização oral e de movimento representado pela música, dança, leituras, cantigas, encenações, desfiles, entre outros.

Entre as atividades, houve também o desenvolvimento de fundamento teórico e prático com a palestra “As influências das tradições culturais para o desenvolvimento da sociedade” ministrada pela diretora da escola, Claudia Miyamoto.

Durante a semana, os alunos puderam conhecer a culinária regional, com degustação de doces típicos, além do ensejo, em que foram premiados pelo projeto de produção de texto “Aluno Destaque – Nota 1000”.

Ainda de acordo com a equipe gestora, as unidades escolares trabalharam diversos temas que formam o folclore, como mitos, lendas, contos populares, cerimônias religiosas e sociais, brincadeiras, provérbios, adivinhações, receita de comida típica, medicina popular, estilos de vestuários e adornos, danças, cantorias, desafios, saudações, despedidas, trava-línguas, festas, encenações, artesanato, música instrumental, canções de ninar e roda, carnaval, festa junina, entre outras, como os fandangos de tamancos do interior de São Paulo.

Segundo a diretora Claudia Miyamoto, o objetivo do projeto foi de reviver as tradições culturais, de criar e recriar o rosto social e identitário de uma vasta população de cidadãos brasileiros. “O folclore é o cenário, o enredo geral e o acervo de apetrechos materiais e imateriais dos quais dependem os atores humanos para desempenhar o seu papel vital. Da combinação perene, viva e ininterrupta, dos cenários e enredos e das maneiras como eles interagem, se manifestam, se reproduzem e evoluem, surge a cultura do nosso povo, com todas as suas variantes regionais e locais, um verdadeiro mosaico de expressões, modos de ser e entender o mundo e de com ele interagir”, explicou.

Por fim a diretoria afirmou que o projeto foi de grande importância e notoriedade para todos os envolvidos, como alunos, pais, professores e equipe gestora. “O aprendizado foi para todos, e é nessa educação que vale a pena investir”, concluiu.

264