E.M. Governador André Franco Montoro

INFORMAÇÕES

Diretor: Nelsi Donizeti de Almeida
Endereço:
Bairro: Turvo dos Almeidas
CEP: 18300-000
Telefone: (15) 3541-7181
E-mail: emgovfrancomontoro@gmail.com
DESTAQUES

Sem notícias no momento

HISTÓRICO

A escola foi criada pela Lei nº 2.049/99, de 17 de novembro de 1.999, com o nome de E.M. “Gov. André Franco Montoro”, conforme Resolução SE 245 de 11/10/91, publicado no DOE de 12/01/91, pág.07.

André Franco Montoro, patrono da escola, foi governador de São Paulo de 1983 a 1986. Nascido na capital paulista no ano de 1916 teve importante papel nas conquistas democráticas de nosso país.

Está situada na zona rural de Capão Bonito, no Distrito do Turvo dos Almeida e atende além do bairro, bairros vizinhos, como São Paulinho, Tomes Barreirinho e Querência do Turvo. É dirigida pelo gestor Nelsi Donizeti de Almeida, com 424 alunos sendo Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Ensino Fundamental II. Junto com suas duas escolas vinculadas, E.M. Bairro Ferreira das Almas e E.M. Bairro Tomes. Conta com 100 alunos do Projeto Mais Educação do Governo Federal.

A E.M. “Gov. André franco Montoro”, está voltada em todo o curso para a melhoria da Qualidade do Ensino Público, procurando oferecer um ensino de qualidade através de suas propostas e ações que a completem.

É norteado pelos ideais de uma escola democrática que tem como finalidade trabalhar o conhecimento, através do ensino aprendizagem, para a prática social concreta, por meio do qual o indivíduo tenha condições de entender, compreender e decifrar os interesses dominantes podendo agir, transformando e participando das mudanças sociais em favor da população majoritária. Uma escola onde o aluno possa trabalhar em grupo, que se sinta um membro ativo da comunidade, e que aceite suas opiniões críticas. Também empenhada em desenvolver intelectualidade a sua população, seja no sentido de ampliar o horizonte a uma visão de um mundo maior e real que a cerca, de forma crítica e criativa; seja nas suas relações sociais regidas pelo próprio princípio de igualdade que a levará a idéia da cooperação, respeito, inter-relação social e outras concepções do homem inserido numa comunidade, tendo como meta à formação de um cidadão livre e preparado para o trabalho e para o exercício consciente da cidadania.

A construção de uma nova escola será alicerçada na relação escola/comunidade e nas relações internas que nela ocorrem. O trabalho coletivo dar-se-á com a participação da comunidade e dos profissionais que nela atuam nas suas decisões, na organização e na forma de trabalho.

Com a gestão participativa, através do Conselho de Escola e dos outros Colegiados, a escola poderá aproximar-se e atender na medida do possível, com esforço e a participação de todos, os anseios da população nas relações internas.

O envolvimento da equipe de professores no trabalho é das principais alavancas para o repasse de conhecimentos, pois são estes que tem o contato direto com a clientela. Os conteúdos por eles trabalhados são mediadores entre o indivíduo e o modelo social a que está inserido, para que possam, na perspectiva de socializá-lo, servirem para a sua formação geral.

 

Galeria de Fotos


Projetos Educacionais